Água. “Mais um bocado e estamos a receber dinheiro das empresas pelo resgate”, ironiza BE

O Bloco de Esquerda considera que o presidente da Câmara desrespeitou a Assembleia Municipal ao adiar a sessão que devia ter sido em Junho para esta sexta-feira de forma a incluir já a votação sobre o acordo da água e depois tal não se verificar. O deputado bloquista e candidato à Câmara José Ilídio Torres diz que Miguel Costa Gomes “anda a brincar com a Assembleia Municipal”, acrescentando: “O sr. presidente da Câmara desrespeitou a Assembleia Municipal, os partidos políticos e os cidadãos. A Assembleia Municipal deveria, por imperativos legais, ter sido realizada durante o mês de Junho. O sr. presidente dizendo que tinha a questão da água praticamente definida pediu o adiamento da sessão para 7 de Julho, próxima sexta-feira, e todos os representantes políticos tiveram a convicção de que aí seria votado naturalmente, depois de ir à Câmara esta questão da água”.

José Maria Cardoso, candidato à Assembleia Municipal pelo Bloco de Esquerda, contesta os valores do acordo apresentados pelo presidente da Câmara: “É mais uma vez do mundo da fantasia, do surrealismo, dizer-se que nos 36 milhões que a Câmara terá que pagar estão estimados dividendos de 19 milhões pelo que afinal a Câmara só vai ter um custo de 17 milhões. Mais um bocadinho, mais um documento e vamos estar a receber dinheiro das empresas pelo resgate que está a fazer”.

Rádio Cávado Barcelos