Patrick Sousa é o novo presidente da JS de Barcelos

Patrick Sousa é o novo presidente da Juventude Socialista de Barcelos. As eleições realizaram-se no sábado com duas listas concorrentes. A lista A, de Patrick Sousa, venceu com uma margem de apenas dez votos, num total de 143 eleitores, para a lista B encabeçada por Telmo Machado.

A votação renhida deve-se à guerra interna no PS. A Lista B, que saiu derrotada, era apoiada por alguns militantes que, nas últimas eleições, estiveram com o Movimento Independente Barcelos, Terra de Futuro.

A ex-presidente da JS de Barcelos, Sónia Meira Borges, contactou a Rádio Cávado para esclarecer que não apoiou nenhum dos candidatos, acrescentando que ambos têm competência e qualidades para liderar a concelhia da “jota” socialista.

Patrick Sousa, 28 anos, de Aborim, quer reestrururar a Juventude Socialista de Barcelos que considera estar desfalcada: “Os nossos principais objetivos passam por reorganizar a estrutura. A estrutura encontra-se desfalcada em termos de militantes ativos. Comigo e com a equipa que me tem acompanhado, iremos trabalhar numa estrutura coesa, organizada e empenhada para podermos levar o nome de Barcelos a nível distrital e nacional”.

A cisão no PS teve impacto na Juventude Socialista, como nota Patrick Sousa: “Afetou, porque a ex-presidente da JS apoiou o Movimento Independente e a partir daí afeta sempre a Juventude, porque atrás dela foram mais jovens que também apoiaram o Movimento e todos com cargos na JS e até a nível distrital”.

A JS de Barcelos tem atualmente 414 militantes, número que Patrick Sousa quer fazer crescer: “Existem muitos jovens que, apesar de socialistas, não estão inscritos na JS. São jovens com boas qualidades políticas, com características de líderes e não estão minimamente aproveitados”.

Nota da redação: A notícia foi atualizada às 22h48 com as declarações de Sónia Meira Borges.

Rádio Cávado Barcelos