Costa Gomes: “Tenho que desfrutar desta alegria e desta festa”

“Caras e caros amigos, voltaremos ao trabalho amanhã no sentido de continuar a desenvolver Barcelos, trazer o melhor para Barcelos, nós temos uma grande paixão por Barcelos. Viva o PS! Viva Barcelos!”.
E foi assim, com muito euforia à mistura, que terminou o discurso de vitória de Miguel Costa Gomes, eleito para o terceiro mandato na Câmara de Barcelos.
O PS voltou a ganhar a Câmara, mas perdeu a maioria absoluta. Os socialistas perderam um vereador, a Coligação Mais Barcelos manteve os quatro elementos no executivo e o Movimento Independente Barcelos, Terra de Futuro, de Domingos Pereira, conseguiu dois mandatos, retirando, assim, a maioria absoluta ao PS.
Miguel Costa Gomes obteve 31.687 votos (41,19%), a Coligação Mais Barcelos, 25.241 (32,81%) e o Movimento Independente Barcelos, Terra de Futuro chegou aos 13.769 (17,90%). O Bloco de Esquerda teve 1.413 votos (1,84%), o PCP 1.113 (1,45%) e o MAS, que se estreou nestas eleições autárquicas, angariou 943 votos (1,23%).
Houve 1.670 votos em branco (2,17%) e 1.092 nulos (1,42%). A taxa de abstenção foi 28,31%, tendo descindo em relação às últimas eleições.
Ainda que sem maioria, uma vitória não deixa de ser uma vitória, sobretudo quando as divisões no PS vaticinavam um desfecho trágico para o partido. Por isso, aos microfones da Rádio Cávado foi isto que o presidente da Câmara novamente eleito afirmou que lhe ia na alma: “Vai uma alegria e uma festa e tenho que desfrutar desta alegria e desta festa”.

Ouça as reações de todos os candidatos aqui.

Rádio Cávado Barcelos