Autarcas de Barcelos e Santo Tirso e Presidente do IPO Porto detidos na Operação Teia

4 months ago Barcelos, Nacional, Política, Últimas397

A Polícia Judiciária (PJ) deteve esta quarta-feira, de manhã, os autarcas dos municípios de Barcelos e Santo Tirso, Miguel Costa Gomes e Joaquim Couto, e o presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto​, Laranja Pontes, no âmbito da Operação Teia, de combate à corrupção, ao tráfico de influências e participação económica em negócio de contratação pública.

Numa operação que durava há mais de dois anos, foi também detida a empresária Manuela Couto, mulher de Joaquim Couto e assessora de imprensa do IPO-Porto, segundo vários órgãos de comunicação social.

De acordo com o comunicado enviado às redacções, “a investigação, centrada nas autarquias de Santo Tirso, Barcelos e Instituto Português de Oncologia do Porto, apurou a existência de um esquema generalizado, mediante a actuação concertada de autarcas e organismos públicos, de viciação fraudulenta de procedimentos concursais e de ajuste directo com o objectivo de favorecer primacialmente grupos de empresas, contratação de recursos humanos e utilização de meios públicos com vista à satisfação de interesses de natureza particular”.

Na operação policial realizaram-se dez buscas domiciliárias e não domiciliárias em autarquias, entidades públicas e empresas, nas zonas do Porto, Santo Tirso, Barcelos e Matosinhos. Fonte da PJ referiu à Lusa que pelas 11h15 estavam em curso buscas nas Câmaras de Santo Tirso e de Barcelos.

 

Rádio Cávado Barcelos